O poder da Palavra


por Luiz Henrique Matos

“Então, os discípulos saíram e pregaram por toda parte; e o Senhor cooperava com eles, confirmando-lhes a palavra com os sinais que a acompanhavam” (Marcos 16:20).

Os sinais que a acompanham. Interessante, os sinais não seguem com os homens, tão pouco com suas atitudes ou vontades, os sinais não vêm sozinhos. Mas a Bíblia diz que eles acompanham a Palavra do Senhor. Deus Pai optou por não falar ao mundo com Sua voz estrondosa e trovejante. Deus Filho viveu entre nós, falou conosco durante apenas 33 anos, e libertação, cura e ressurreição acompanhavam Seu caminhar (afinal, Ele é o Verbo, ou seja, a Palavra de Deus viva). E o Deus Consolador habita em nosso meio, mais especificamente em nossos corações eternamente.

Mas nos das de hoje, a voz de Deus no mundo não sai de Sua boca, mas é colocada por Ele em nós. Somos os instrumentos escolhidos por Ele para disseminar Sua vontade e pregar a mensagem da Verdade.

E como homens, somos tão ávidos em ver os tais sinais e maravilhas, em vislumbrar os milagres, em presenciar o sobre-humano e esquecemos que a única forma de isso ter de fato uma ação concreta e gerar frutos é por meio do plantio. Ao semear o poder de Deus presente nas Escrituras, vemos o Seu agir e mais importante, experimentamos em nós, um pouco da satisfação do Pai ao ver Seus filhos andando no caminho que Ele escolheu.

“Pregue sempre o evangelho, quando necessário use palavras” (São Francisco de Assis).

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s