A grande questão


Nos últimos meses leio um livro do Philip Yancey (“A Bíblia que Jesus lia”) quase como degusto um café: em pequenas doses diárias, em momentos oportunos e raros de quietude. Em um desses instantes, encontrei a frase abaixo. Frase que não explica qualquer coisa, mas resume em alguma parte o processo de reconhecimento e encontro com Deus.

Não sei Quem – ou o Que – formulou a questão. Não sei quando foi formulada. Nem me lembro se a respondi. Mas em algum momento em disse “Sim” a Alguém – ou a Alguma Coisa -, e a partir desse momento tive certeza de que a existência tem sentido e que, por isso, minha vida, em entrega pessoal, tinha um objetivo.

Dag Hammarskjöld em “Marcas”

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s