O Paraíso é uma espécie de livraria


Jorge Luis Borges

Jorge Luis Borges

“Sempre imaginei que o Paraíso fosse uma espécie de livraria”

Jorge Luis Borges

A frase é antiga, mas nunca tinha colocado aqui. Me faz lembrar uma viagem que fiz a Buenos  Aires em 2007 e a livraria que visitei na ocasião – ver no post “Paraíso na Terra”.

Faz lembrar também outras quatro coisas importantes para postar aqui hoje:

1. Semana passada tivemos o dia internacional do livro. E para a ocasião, um excelente vídeo foi produzido pelo pessoal do blog Ler Devia Ser Proibido.

2. O site Trocando Livros tem feito um trabalho bem legal. Você se cadastra e escreve os livros que deseja trocar. Quando alguém solicita um livro seu, você envia pelo correio e ganha um crédito. Esse crédito te dá direito a pedir qualquer livro que outro usuário tenha cadastrado no site. Eu uso e recomendo.

3. A iniciativa do Sérgio Pavarini, do PavaBlog, em lançar o mob de leitura “Livros só mudam pessoas”. Além de um blog muito bacana sobre literatura, tem boas iniciativas, campanhas e distribuição de exemplares para os seguidores. Eles estão no Twitter (@livrosepessoas) também.

4. Bookcrossing. Expressão antiga para os meios digitais, mas muito pertinente para nossos tempos em que termos como sustentabilidade, crise e educação estão sempre em pauta.

É isso. Bom feriado a todos. Semana que vem espero que a loucura diminua um pouco e eu consiga voltar a postar crônicas por aqui.

LHM

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s