Uma foto para acrescentar alguém

Cecília chegou. E agora há um personagem novo para ilustrar e inspirar esse blog :)

ceclia1

Uma foto para ganhar o dia

E a semana, o mês, a vida coruja toda.

Heroi

Uma imagem para um mundo em guerra

Por favor.

Do sempre genial Banksy.

Uma foto para pensar no céu

Tardinha do último sábado, em São Paulo.

Uma imagem para a madrugada de terça

Manuscrito de Ernest Hemingway que Manú e eu vimos numa exposição na New York Public Library em outubro. A letra é feia, o texto não diz muita coisa, era proibido fotografar, mas ainda assim tudo é muito emocionante.

Uma foto para justificar a ausência

Férias.

 

 

Uma imagem para começar o sábado

Uma foto para não passar em branco

Quem me dera se a falta de novos textos aqui no blog nas últimas semanas fosse resultado apenas desse tipo de ocupação. Mas entre as diversas razões, registro aqui apenas a parte boa.

Tem gente que fala que lugares como esse inspiram novas ideias. Em mim, confesso, tem justamente o efeito contrário: me esvaziam a mente por total.

Um abraço.

Uma foto para a madrugada de sábado

Uma das quatro boas razões para se acordar às seis da manhã diariamente.

Reflexos (uma foto para a quarta-feira)

Essa semana, postei essa foto aí no twitter. Eu estava no escritório, quando um amigo alertou sobre o pôr-do-sol que tínhamos na janela. Fiz a foto com o celular e postei com a observação: “Olhando esse pôr-do-sol, o rio Pinheiros até parece bonito.”

Sem nenhuma pretensão, sem crítica, eu só queria repartir à toa a bela imagem da minha cidade (bom, se você não vive em São Paulo, precisa saber que o Pinheiros é um rio poluído e totalmente sem vida – à exceção de uma família de capivaras mutantes que insiste em nadar por ali de vez em quando).

Então, passado um tempo, o Sérgio mandou um comentário na foto que me motivou a postar isso tudo por aqui: “Querido amigo. O rio é lindo quando reflete a luz… Assim, mesmo do jeito que somos, podemos ser belos quando refletimos Deus.”

O Sérgio é um poeta, ele é romântico de um jeito que eu não sou. E de certa forma, eu acho que ele está certo. Somos imperfeitos, sujos, insistimos em caminhar sobre a linha tênue entre a santidade e o pecado. Por isso somos humanos. Por isso, quando o caráter do Pai transparece em nossas vidas, refletimos sua beleza e graça.

-LHM

Uma ilustração para quarta-feira

Gosto muito dessa ilustração. É do desenhista Gabi Campanario (mais trabalhos dele no Flickr – vale a visita)

Voltando ao paraíso

Ruas de ouro, anjos tocando harpas, um coral de vozes em louvor… Não, eu prefiro a afirmação de Borges. E depois de se estar no paraíso uma vez, é quase impossível resistir a tentação de investir seus recursos para viver essa experiência outra vez.

(Clique nas fotos para ampliar)

El Ateneo, eleita a segunda livraria mais bonita do mundo (eu queria era saber qual é a primeira…). Se interessar a visita, fica na Av. Santa Fe, em Buenos Aires.

Patos

Três fotos aleatórias para levar a mente a outro lugar.

Uma foto para retomar a rotina

De repente você sai do seu estado de conforto e começa a correr. Correr muito. É assim, em geral, quando você leva um susto, quando está sendo perseguido por ladrões e quando volta de férias e a rotina te atropela outra vez.

Bom, se em alguns casos isso é pode ser desesperador – nunca levei um susto tão grande tão pouco fui perseguido por ladrões, mas acabo de voltar de férias -, em outros é um conforto. No meu caso, entendo esse conforto por estar aqui e voltar a escrever.

Fim das férias. Assim pretendo.

Uma foto só para não perder o costume

NYC

Férias!

Férias

Caros amigos, estou em férias. E além do trabalho, a escrita também anda escassa. Tão logo consiga um pouco mais de tempo (é incrível como a gente se ocupa quando está ocioso…), volto por aqui para publicar algo.

Abraços,
LHM

Devoção (fotos)

Uma pausa no meio da semana para uma recomendação especial.

Recomendo uma visita à “exposição” virtual Devoção. Capturadas por Fahirata, as fotos mostram pessoas expressando suas crenças em momentos de culto.

Aqui, o link para álbum (no Flickr – não inseri imagens no post porque as fotos estão protegidas por direitos autorais).

devocao_fahirata

Uma foto

Buri (SP)

Buri (SP)

Uma foto para a quarta-feira

Atlantis

Atlantis

Somos pequenos, muito pequenos (e tão pretensiosos!).

Imagem da nave espacial Atlantis passando pelo Sol obtida pela base da NASA na Flórida.

Três fotos para uma sexta-feira chuvosa

Nem parece São Paulo.

Campo

Campo

Pôr do sol

Férias

Estrada

Estrada

Depois de quase um mês fora, voltei de férias essa semana. Não fui à praia, como gostaria. Mas fiz tantas e mais coisas das que estava mesmo precisando – pois é, Deus sabe e provê.

Sigo retomando a rotina, organizando a vida e pensando em coisas que preciso postar por aqui.

Nostalgia pré-férias

Lembranças de Paraty, na última viagem ao litoral e – muito provavelmente – um bom presságio de para onde será a próxima.

Paraty

Paraty

Paraty

Paraty

Paraty

Paraty

Paraty

Paraty

Paraty

Se quiser seguir viagem para lá, aqui vai um bom começo.

Paraíso na Terra



Buenos Aires (ARG), upload feito originalmente por hmatos.

Só pra animar a segunda-feira.

Se existirem mesmo alguns ‘portais’ que nos mostram uma partícula da eternidade, então estive num desses pedaços do Paraíso em agosto passado.

Na vastidão literária da ‘El Ateneo’ em Buenos Aires – a livraria ocupa um antigo teatro-ópera -, sou o sujeito de mochila verde do canto inferior direito da imagem.

Buenos dias, novos Aires

Quatro bons dias em terras portenhas e fotos do final de semana para lembrar da arquitetura impecável, dos restaurantes, do vinho seco, dos dias sem compromissos. Para lembrar do povo educado, da gente elegante, do café com churros, dos livros de Borges. Para lembrar do porto, das praças, das feiras, do doce de leite e dos alfajores. Para lembrar do frio, dos taxistas malucos, da cidade cheirosa, da paisagem urbana que se sente europeia. Para lembrar que corre sangue verde-e-amarelo nas veias, para lembrar do Maradona e do Pelé. Para lembra-los: “pentacampeões!”.

Cura para metropolecite aguda

Uma dose de São Luiz do Paraitinga (SP) para esquecer do trânsito, das filas, do trabalho, dos prazos. Para esquecer das buzinas, do fast food, do cheiro podre do rio. Para esquecer da vida, das telas, do telefone, da rotina. Para esquecer da cor cinza, da fumaça, do despertador. Para lembrar que a vida nasce da terra.